logo insp copy

pesquisa
ptenfr

Atelier Regional de Promoção da Saúde – Região Sanitária Santo Antão

Com objetivo de alargar e aprofundar os conhecimentos e reforçar o envolvimento dos profissionais de saúde e de instituições parceiras para intervirem de forma articulada nos processos de prevenção, promoção e comunicação em saúde, a nível regional, municipal e comunitário, o Instituto Nacional de Saúde Pública em parceria com a Região Sanitária de Santo Antão, realizou um Atelier Regional de Promoção da Saúde no Município de Ribeira Grande, Santo Antão, de 20 a 22 de setembro.

Este Atelier deu seguimento ao Atelier Nacional de Promoção de Saúde, adaptando seus objetivos ao contexto regional e municipal.

No âmbito dos trabalhos, foram apresentados Plano Regional e Planos Municipais de Promoção da Saúde; a situação da saúde da região e dos municípios; discutidos e apresentadas propostas de pacotes de educação sanitária adaptados ao contexto regional, municipal e comunitário.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santo Antão, Eng.º Orlando Delgado, que presidiu a cerimonia de abertura do atelier, é preciso harmonizar as estratégias e os planos de promoção da saúde com todos os parceiros de forma a que as intervenções possam surtir o impacto preconizado.

O Administrador Executivo do INSP, Dr. Júlio Rodrigues, considerou que o Instituto Nacional de Saúde Pública sendo a entidade de coordenação das politicas nacionais de promoção da saúde pretende descentralizar as suas ações, dotar as instituições parceiras como sendo as Câmaras Municipais, Delegações dos Ministérios da Agricultura e Ambiente, da Educação, as ONGs e as associações comunitárias entre outros, de competências e aumentar o engajamento em matéria de promoção da saúde.

A Diretora da Região Sanitária de Santo Antão, Dra. Ângela Gomes, salientou a importância desta atividade de promoção da saúde pois “é uma forma de trazer este assunto à tona de forma específica e própria da região, focando nas ineficiências e procurando as melhores soluções, alinhadas às prioridades da Região Sanitária nomeadamente o alcoolismo e as doenças crónicas não transmissíveis.

O Atelier contou com o financiamento do Ministério da Saúde e da Segurança Social e do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), no quadro do Projeto Emergency Assistance to Suport Cabo Verde Preparedness and Response Plan to fight the Zika Virus Outbreak (I-D. No. P-CV-IB-004 / GRANT No.5000199004568), com o apoio da Organização Mundial da Saúde.