logo insp copy

pesquisa
ptenfr

Sistema de Informação Geográfica em Saúde

Estimado utilizador,
Seja bem-vindo ao SIG-Saúde do Instituto Nacional de Saúde Pública.

 

SIG SaúdeGeoreferenciação de Criadouros e Mosquitos - 2017 (SIG Saúde)

 

O Observatório Nacional de Saúde
O Observatório Nacional de Saúde está alicerçado num tripé, sendo que:

O Primeiro pilar – A plataforma tecnológica SIG-Saúde;
O Segundo pilar – A análise das estatísticas de saúde e seus determinantes;
O Terceiro pilar – A elaboração de cenários prospetivos e projeções.

O que é o SIG-Saúde?
O SIG- Saúde do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP), é uma plataforma tecnológica interativa, desenvolvida com o apoio do Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSi), que visa a georreferenciação dos dados do Sistema de Informação Sanitária sobre os eventos de saúde pública.

Objetivos:
A plataforma tecnológica SIG-Saúde vem contribuir para a democratização do Sistema de Informação Sanitária, em particular, as estatísticas de saúde, promovendo a interface entre estes e o território onde os eventos de saúde pública ocorrem. O SIG-Saúde visa, através da distribuição espacial da informação estatística, identificar os ganhos e possíveis brechas (gaps) e iniquidades existentes entre as diferentes divisões administrativas territoriais do país: municípios, ilhas e regiões sanitárias.

Esta plataforma tecnológica proporciona assim, aos políticos e decisores de políticas públicas de saúde, aos utentes e ao cidadão em geral, uma visão profunda e desagregada de informação sanitária relevante para o desenvolvimento socio-económico de Cabo Verde, promovendo a inclusão e maior justiça social.

O SIG-Saúde permite fazer uma análise espacial de eventos relacionados à saúde, incluindo os relacionados com as condições e os determinantes da saúde, os contextos geográficos e associar as tecnologias de informação geográfica às informações e dados estatísticos de saúde e disponibilizar informações dinâmicas aos utilizadores.

Estrutura e conteúdo do SIG- Saúde:
A plataforma tecnológica SIG-Saúde está organizada em:

  • Dashboard Geral  (com 6 Módulos)  Aceda ao Dashboard Geral.
    •    Módulo Vetores Mosquito;
    •    Módulo Mortalidade;
    •    Módulo Morbilidade;
    •    Módulo Cobertura de Serviços e Acesso;
    •    Módulo Financiamento;
    •    Módulo Rede de Infraestruturas de Saúde.

A informação sanitária, incluindo as estatísticas de saúde, estão georreferenciadas em todos os Módulos acima referidos na seguinte distribuição espacial: município, ilha e região sanitária.

Os filtros e a Parametrização dos dados:
A informação sanitária foi parametrizada de forma a obter diferentes perfis do evento de saúde pública em causa. Os Módulos referentes a Mortalidade e Morbilidade estão organizados da seguinte forma: por grupo, categoria, localização, sexo, faixa etária, prevalência, incidência, dados absolutos e outras taxas de interesse para a saúde pública.

Para cada Módulos, Mortalidade, Morbilidade, Cobertura ou Acesso foram definidas parametrizações específicas com base em metas definidas nos documentos estratégicos do Sistema Nacional de Saúde (Política Nacional de Saúde, Carta Sanitária, Plano Nacional de Desenvolvimento Sanitário, Lei de Bases da Saúde, Plano Estratégico de Desenvolvimento de Recursos Humanos, Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável, Programa do Governo da  IX Legislatura, entre outros), em médias estatísticas e escalas, considerando a distribuição estatística do evento. A essas parametrizações foram atribuídas distintas cores categorizadas em: muito baixo, baixo moderado, elevado, muito elevado.

Aos utilizadores do SIG-Saúde espera-se uma leitura apurada e com acurácia das escalas, valores atribuídos e cores relativos às parametrizações. Um exemplo: ter um valor baixo de consumo per capita de medicamentos num determinado município deve ser compreendido como bom ou nem por isso? Pois, o baixo consumo pode estar relacionado, de um lado, com dificuldades de acesso aos serviços de saúde (consultas médicas, acesso aos medicamentos), com o grau da complexidade técnica do serviço de saúde ou deverá ser compreendido como um bom estado geral de saúde da população e com os seus agravos devidamente controlados. Que determinantes da Saúde (sociais, económicos, geográficos e culturais) podem influenciar esta situação em concreto? Este raciocínio e análise deixamos como um desafio ao utilizador do SIG-Saúde.

 

SIG SaúdeMapa Taxa de Mortalidade Infantil 2015 (SIG Saúde)

 

Resultados e outputs:
O SIG-Saúde está estruturado para disponibilizar os seguintes produtos:

- Mapas temáticos;
- Gráficos;
- Exportação de dados.

Fontes de dados:
Os dados disponíveis no SIG-Saúde são, essencialmente, dados secundários, agregados, validados e publicados no formato de Relatórios Estatísticos do Ministério da Saúde, o Boletim de Vigilância Epidemiológica da Direção Nacional da Saúde e o Boletim de Vigilância Entomológica do Laboratório de Entomologia Médica do INSP e de outras Instituições parceiras. Exceção à regra, constitui os dados recolhidos do terreno para o Módulo Vetor Mosquito, que são dados primários.

A série histórica dos dados estatísticos tem início, em alguns casos, a partir do ano 2004 e vai até ao último Relatório Estatístico Publicado.

Importa referir, também, que os Relatórios Estatísticos apresentam variabilidades relativamente a forma de apresentação dos dados. Nalguns, os dados estão desagregados e em outros não. Sempre que os dados não são desagregados por municípios, os disponíveis são referidos ao município sede da Delegacia de Saúde respectiva.

Equipa técnica:
O desenvolvimento da plataforma SIG-Saúde coube aos profissionais do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP) e do Núcleo Operacional de Sociedade de Informação (NOSi).

Colaboração técnica
Instituto Nacional e Gestão do Território (INGT), Instituto Nacional de Estatística (INE), Programas de Saúde Pública da Direção Nacional de Saúde (DNS), Direção Geral da Farmácia (DGF), Direção Geral do Planeamento, Orçamento e Gestão (DGPOG/MSSS).

Apoio técnico:
Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização Oeste Africana da Saúde (OOAS).

Financiamento:
Governo de Cabo Verde e parceiros técnicos e financeiros.

Instituto Nacional de Saúde Pública, março de 2018.

 

Dashboard Geral

Módulo Vetores - Mosquito  |  Módulo Cobertura de Serviço e Acesso  |  Módulo Morbilidade  |  Módulo Mortalidade  |  Módulo Financiamento  |  Módulo Rede de Infraestruturas de Saúde