logo insp copy

ptenfr

Dia Mundial de Luta Contra o SIDA – 2019

Lema 2019 – “Comunidades fazem a diferença”

Comunidades fazem a diferença copy

No dia 1 de dezembro assinala-se o Dia Mundial de Luta contra o SIDA, este ano sob o lema "Comunidades fazem a diferença" cujo o objetivo é reconhecer o papel essencial que as comunidades desempenharam e continuam a desempenhar na resposta a luta contra o SIDA nos níveis internacional, nacional e local. Pretendem ressaltar que a sua liderança e advocacia garantem que a resposta permaneça relevante e fundamentada, mantendo as pessoas no centro e não deixando ninguém para trás.

As comunidades incluem educadores de pares, redes de pessoas vivendo ou afetadas pelo VIH, pessoas que injetam drogas e profissionais do sexo, mulheres e jovens, conselheiros, agentes comunitários de saúde, prestadores de serviços externos, organizações da sociedade civil e ativistas de base.

Segundo a ONU SIDA e a OMS, este dia oferece uma plataforma importante para destacar o papel das comunidades em um momento em que um financiamento reduzido e um espaço cada vez menor para a sociedade civil estão colocando em risco a sustentabilidade dos serviços e os esforços de advocacia. Estes organismos defendem que é necessária uma maior mobilização das comunidades para enfrentar as barreiras que impedem as comunidades de prestar serviços, incluindo restrições ao registro e ausência de modalidades de contratação social. O forte papel de advocacia desempenhado pelas comunidades é necessário mais do que nunca para garantir que o SIDA permaneça na agenda política, que os direitos humanos sejam respeitados e que os tomadores de decisão e implementadores sejam responsabilizados.

Salientam, ainda, que milhares de agentes comunitários de saúde e membros do VIH e redes-chave da população - muitos dos quais vivem com o VIH ou são afetados pela epidemia - contribuíram para esse sucesso.