logo insp copy

ptenfr

Região CEDEAO: últimas noticias sobre a saúde

O Boletim Epidemiológico da Organização Oeste Africana de Saúde (OOAS) traz informações sobre principais epidemias que estão a ocorrer na Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e no mundo.

Na semana epidemiológica 5, os destaques foram na situação epidemiológica da Febre Hemorrágica de Crimeia-Congo, Febre de Lassa, atualizações sobre as epidemias de vírus de Ébola e do COVID-19 no mundo.

ty

 

 

fgNa semana epidemiológica 5, OOAS reportou sobre o surto de Febre Hemorrágica de Crimeia-Congo em Mali. Ate 5 de fevereiro de 2020 foram notificados 14 casos febre hemorrágica incluindo 6 óbitos.

A Febre Hemorrágica da Crimeia-Congo (FHCC) é uma doença infeciosa aguda causada por Nairovírus e transmitido por carraças. FHCC é uma doença zoonotica, endêmica na África, nos Balcãs, no Oriente Médio e na Ásia que afeta animais selvagens e domésticos incluindo o gado, ovelhas e cabras.

Não existe vacina animal ou humana e a prevenção baseia-se nos seguintes

medidas:

  • Redução do risco de transmissão das carraças para as pessoas
  • Redução do risco de transmissão de animal para pessoas
  • Redução do risco de transmissão de pessoa para pessoa na comunidade

Ate 16 de fevereiro de 2020, a Republica Popular da China notificou 70,548 casos confirmados da infeção pelo vírus COVID-19 e 1770 óbitos. Segundo a Comissão Nacional de Saúde (National Health Commission) ate esta data foram notificados 10 644 casos graves da doença, 7.264 casos suspeitos e 10,844 pacientes receberam altas medicas.

A doença já afetou todos os continentes exceto a América do Sul que continua sem casos.

Ainda não foi notificado nenhum caso confirmado na região da CEDEAO. Porem, um novo caso suspeito foi detetado no Burkina Faso; um viajante da China que chegou a Ouagadougou no 29 de janeiro 2020, mas apresentou com sintomas respiratórios no dia 5 de fevereiro de 2020. A investigação epidemiológica pelas autoridades sanitárias, identificou 20 pessoas que teve contato com o caso suspeito e estão atualmente sob acompanhamento médico. Aguarda-se os resultados laboratoriais do Instituto Pasteur de Dakar.

Para mais informação, consultem:

https://www.wahooas.org/web-ooas/en/publications-et-recherches/bulletins-epidemiologiques

https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/330744/OEW05-270102022020.pdf

https://www.ecdc.europa.eu/en/geographical-distribution-2019-ncov-cases

https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/situation-reports/

https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019

https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/cases-in-us.html

http://en.nhc.gov.cn/2020-02/17/c_76588.htm