logo insp copy

ptenfr

“O Suicídio”

dia mundial de saúde mental 1 copy

 

Suicídio é o ato intencional de matar a si mesmo. Os fatores de risco incluem perturbaçoes mentais ou psicológicas como depressã, perturbação bipolar, esquizofrenia ou uso de drogas , incluindo alcolismo. Outros suicídios resultam de atos impulsivos devido ao stress, dificuldades económicas, problemas de relacionamento, bulling  etc. As pessoas com antecedentes de tentativas de suicídio estão em maior risco de vir a realizar novas tentativas.

Todos os anos, a 10 de Outubro, o mundo assinala o Dia Mundial da Saúde Mental, para chamar a atenção para a importância da saúde mental. Este ano, celebra-se subordinado ao tema “Prevenção do Suicídio”.

O objetivo é atrair a atenção para que a questão possa ter prioridade nas agendas de saúde pública em todo o mundo. Fazer com que as pessoas falem sobre um assunto que tende a ser tabu e ajudar a comunidade a aprender sobre os fatores de risco para que possam identificar e aprender a resolvê-los.

Segundo a OMS, mais de 800.000 pessoas tiram a própria vida, por ano, tornando-a a principal causa de morte entre jovens dos 15 aos 29 anos. Segundo estatísticas a cada 40 segundos uma pessoa comete o suicídio, e um número ainda maior de indivíduos tenta suicídio.

Cada suicídio é uma tragédia que afeta famílias e comunidades e tem efeitos duradouros sobre as pessoas deixadas para trás. Acredita-se frequentemente que apenas os adultos exibem comportamentos suicidas, mas deve-se saber que muitas crianças e jovens se envolvem nesse tipo de comportamento como resultado de violência, abuso sexual, bullying e cyberbullying.

O estigma, particularmente em torno de transtornos mentais e suicídio, faz com que muitas pessoas que estão pensando em tirar suas próprias vidas ou que já tentaram suicídio não procurem ajuda e, por isso, não recebam o auxílio que necessitam.

O suicídio é um problema global de saúde pública que merece a atenção de todos os atores no campo da saúde mental, incluindo organizações científicas e profissionais, universidades, organizações que trabalham com a saúde mental, comunicação social, famílias e comunidades. 

 O papel que cada um desse atores pode desempenhar é de extrema importância, pois o engajamento e a participação pode ajudar a aumentar a conscientização do problema, quebrar o silencio em torno do assunto e provocar maior compreensão sobre os fatores de risco com vista a prevenção do suicídio.

O suicídio é, em Cabo Verde, a primeira causa de morte por causas externas rondando meia centena de óbitos por ano. Esse facto tem causado muito sofrimento e desestruturação para as famílias que, muitas vezes têm dificuldade em enfrentar o problema.

Nesse sentido o INSP apela a toda a população para se juntar a causa da prevenção do suicídio e procurar os serviços de saúde para obter informações sobre como abordar a problemática

Principais fatores de risco

Doenças Mentais

    • Depressão;
    • Transtornos mentais derivado a uso do álcool e outras substâncias;
    • Transtorno de personalidade;
    • Esquizofrenia;

Aspetos Psicológicos

    • Perdas recentes;
    • Personalidade impulsiva, agressiva ou humor irritável;
    • Historia de abuso físico ou sexual na infância;
    • Desesperança, desespero ou desamparo;
    • Conflitos de identidade sexual;

Aspetos Sociais

    • Género masculino;
    • Idade entre 15 e 30 anos e acima de 65 anos;
    • Sem filhos;
    • Desempregados ou aposentados;
    • Isolamento social;

Condição de Saúde limitante

    • Doenças orgânicas incapacitantes;
    • Dor crónica;
    • Doenças neurológicas (epilepsia, Parkinson, Hungtinton)
    • Tumores malignos;
    • Vírus de VIH/SIDA;
    • Esclerose múltipla;
    • Acidente Vascular Cerebral (AVC)

1

 

3 2