logo insp copy

ptenfr

Profissionais de saúde recebem formação em "Envolvimento Comunitário e Estratégia de Comunicação nas estruturas de saúde em contexto de emergências sanitárias", promovida pelo INSP em parceria com a OMS.

Enquadrado nas ações de implementação do Plano de Comunicação de Risco e Envolvimento da Comunidade, durante uma sessão de aproximadamente duas horas, experts da OMS em comunicação em situações de emergências sanitárias, proferiram uma formação de formadores para técnicos do Ministério da Saúde e da Segurança Social. O objetivo da capacitação foi de reforçar as competências técnicas para o envolvimento comunitário e a comunicação nas estruturas de saúde.

FOTO SESSÃO COM PROFISSIONAIS DE SAUDE copyA primeira parte da formação foi destinada às noções de envolvimento da comunidade; a importância da abordagem centrada nas preocupações das pessoas; como conquistar a confiança da população e os passos para a planificação das ações de terreno. A segunda parte da sessão foi dedicada às estratégias de uma boa comunicação tendo como atores os próprios técnicos da saúde.

Em jeito de balanço da sessão, para Júlio Rodrigues, Administrador Executivo do Instituto Nacional de Saúde Pública (INPS), "Esta formação   terá que ser repetida, pois tanto em termos de conteúdos e abordagens de profundidade, foi uma das melhores".  Igualmente, uma das participantes da sessão, Antónia Oliveira destacou que a sessão foi muito importante para aumentar as suas capacidades em matéria de comunicação e envolvimento comunitário, especialmente em tempos de Covid-19

Para um dos formadores, Rodrigue Barry é muito gratificante que os temas abordados tenham sido propostos pelo país, de acordo com as necessidades. Ainda salientou a total disponibilidade da OMS em continuar a dar o apoio técnico ao país neste domínio.

De referir que esta sessão virtual teve ainda a participação de técnicos das Nações Unidas que estão diretamente ligadas na resposta ao COVID-19 para a área da saúde, totalizando cerca de 15 participantes.