logo insp copy

ptenfr

Foi lançado hoje na Praia, o Ano Acidente Vascular Cerebral (AVC) sob o lema “Konxel pa Ivital”

Trata-se de uma iniciativa do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP) e da Direção Nacional da Saúde com a parceria da Organização Mundial da Saúde em Cabo Verde. O objetivo do lançamento do Ano do AVC, Uma Doença Prevenivel e Tratável tem o objetivo é chamar a atenção da população em geral para este problema de saúde pública e desenvolver ações coordenadas com vista à redução do peso do AVC na morbimortalidade, (sendo uma das principais causas de incapacidade em todo mundo) e contribuir para a melhoria da saúde e qualidade de vida da população, prevenindo riscos e promovendo estilo de vida saudável.

IMG 8584 copyA cerimonia de lançamento que foi presidida pelo Diretor Nacional da Saúde, Dr. Jorge Noel Barreto, aconteceu nesta manhã de sexta feira 12 de março e contou também com a presença da Presidente do INSP, Dra. Maria da Luz Lima, e do Representante da OMS em Cabo Verde, Dr. Hernando Agudelo.

Segundo Jorge Noel Barreto, o ACV é responsável por cerca de 30% da mortalidade em Cabo verde por doenças cardiovasculares. A iniciativa de eleger o ano 2021 como ano do AVC é louvável, pois é um momento para sensibilizar, alertar e dar oportunidades para as pessoas refletirem sobre a sua saúde.

Para Maria da Luz Lima, Presidente do INSP, todos os anos, centenas de cabo-verdianos perdem a vida por causa do AVC que, como o próprio lema diz é uma doença prevenível e tratável”. “Sim porque o AVC pode ser prevenido e pode ser tratado se diagnosticado precocemente evitando assim as consequências sobre tudo as relacionadas com a incapacidade e agravamento da qualidade de vida” reforçou.

Apesar do Sistema Nacional de Saúde e do país estar a enfrentar uma situação de pandemia, o objetivo do INSP é chamar a atenção para as outras patologias que continuam sendo importantes fatores de morbi-mortalidade para que não fiquem esuqecidas e alertar a população em geral, os profissionais de saúde e os decisores a continuar a prestar atenção nas doenças crónicas não transmissíveis.

Este ato também foi presenciado pelos profissionais de saúde, parceiros e das ilhas através da Plataforma zoom.

O AVC tem fatores de ricos como as diabetes e a hipertensão arterial, o sedentarismo, alimentação inadequada, consumo abusivo do sal e do álcool, a obesidade entre outros fatores.

Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma doença muito frequente em adultos e está entre as primeiras causas de doença e morte em todo mundo. Segundo Organização Mundial da Saúde (OMS), causa cerca de 6 milhões de mortes por ano no mundo, sendo a maioria em países em desenvolvimento.